Bolsonaro casou com o Centrão. Por Alberto Carlos Almeida

Publicado no blog de Alberto Carlos Almeida

Bolsonaro reunido com parlamentares do Centrão e os filhos, Flávio e Eduardo, ao fundo

POR ALBERTO CARLOS ALMEIDA

Quem menospreza Bolsonaro comete um grave erro. Veja o que ele está fazendo: adequando-se ao velho e bom presidencialismo de coalizão brasileiro.

Depois de atacar a “velha política” na campanha eleitoral e já como presidente, ele acaba de distribuir cargos para Valdemar Costa Netto, Ciro Nogueira, Roberto Jefferson dentre outros. Ou seja, Bolsonaro recua.

Ele tem faro político, percebeu que estava se isolando de forma crescente e decidiu agir para interromper este processo. É interessante que isso passou a acontecer justamente porque ele decidiu seguir um caminho de confronto com todo o sistema no que diz respeito às medidas contra a pandemia.

A reação de governadores, prefeitos, do Poder Legislativo e do STF foram lidas por Bolsonaro como um sinal de alerta. Ele poderia ter mantido a rota do confronto, mas não o fez.

Para os que acham Bolsonaro somente tosco e incapaz, um movimento como este deve servir para rever conceitos. Do seu jeito ele é totalmente capaz de se adaptar às circunstâncias.

Aliás, justamente por isso o Centrão agradece.