Enquanto 19 milhões de brasileiros passam fome, governo Bolsonaro bate recorde em Arrecadação

Bolsonaro e brasileiros
Brasileiros passam fome, enquanto Bolsonaro come pizza em Nova York

A Receita Federal arrecadou R$ 146,5 bilhões em agosto, recorde para o mês. Considerando dados atualizados da inflação. Isso representa um aumento real de 7,25% na comparação com o mesmo mês de 2020. Enquanto o governo arrecada muito, 19 milhões de pessoas passam fome no Brasil. O estudo foi feito pelo Orçamentos Familiares (POF) do IBGE.

No acumulado dos oito primeiros meses deste ano, a arrecadação de impostos chegou na casa do R$ 1,199 trilhão. Isso representa uma alta real de 23,5% na comparação com o ano passado. Também é recorde da série histórica, que teve início em 1995.

Esse desempenho é melhor do que o previsto pelo governo federal. E há muita comemoração por causa disso. Segundo especialistas, isto representa a retomada econômica. Só que eles ignoram a quantidade de pessoas que hoje passam fome no Brasil e vive na miséria.

Leia mais:

1 – Como foi a viagem de Flávio Bolsonaro a Las Vegas, bancada com dinheiro público, na mesma época que Danilo Trento

2 – DCM Ao Meio-Dia: Luciano Hang é convocado à CPI; XP acaba com pesquisas após queixas de bolsonaristas

3 – Randolfe diz que Prevent Senior usava “pessoas como cobaias” e questiona quem financia isso

Brasileiros passam fome

O estudo da POF deixa muito claro que os brasileiros estão passando por muitas dificuldades. Hoje são 19 milhões de pessoas que não têm o que comer no dia-a-dia.

No ano passado, a Rede Penssan apontou que 116 milhões de cidadãos vivem insegurança alimentar. É o maior índice dos últimos 17 anos, quase o dobro do registrado em 2018.

Boa parte de quem vive na extrema-pobreza é mulheres de periferia, chefes de família, com baixa escolaridade e negras. As desigualdades regionais foram as que mais cresceram, segundo o estudo.