Caetano: “O povo brasileiro, que encheu os cinemas para rir com Paulo Gustavo, está de luto”

 

O cantor e compositor Caetano Veloso foi às redes sociais nesta terça-feira (04) para lamentar a morte do ator Paulo Gustavo, vítima da Covid-19.

No Twitter, Caetano escreveu:

Paulo Gustavo é a expressão da alegria brasileira. Essa alegria que nos veio de fora em forma de fama, já que minha geração cresceu crendo no mito das “três raças tristes” de que nosso povo se teria formado.

Nascido já depois da glória futebolística brasileira, do aumento de canções que falam de amores vitoriosos (da bossa nova a Roberto Carlos), do cinema que teve força crítica e, depois, domínio técnico e comunicação com o grande público e da afirmação do alto nível de criação televisiva – , Paulo, esse poço de talento e gerador de prazer doado ao Brasil por Niterói, encarnou, em seu trabalho e em sua vida pessoal, essa alegria antes apenas mítica.

É significativo que a notícia de que o perdemos chegue no dia em que se abre a CPI da Covid no Senado Nacional. O povo brasileiro, que encheu os cinemas para rir com Paulo Gustavo, está de luto.

E deve revoltar-se contra os responsáveis por nossa vulnerabilidade frente à pandemia que nos tirou essa pessoa amada por representar nossa vocação para o SIM.

LEIA TAMBÉM – Paulo Gustavo se soma aos 410 mil mortos pela Covid num Brasil governado por um genocida. Por David Arcaide

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!