Carla Zambelli diz que vai ao STF para depôr na CPI

Carla Zambelli
Carla Zambelli quer depor na CPI da Covid

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) quer depor na CPI da Covid. Ela postou um vídeo nas redes sociais nesta terça (19) e afirmou que entrará com pedido de habeas corpus no STF.

“Como vocês já sabem: o Renan Calheiros já concedeu entrevista ao ‘Jornal Nacional’ e a outros jornais também antecipando o relatório. Cometendo mais um crime de antecipação de seu relatório antes mesmo da votação. É garantida a todo o cidadão a ampla defesa de acordo com o Código de Processo Penal. Por esse motivo estou entrando no STF com habeas corpus solicitando que a CPI me ouça”, disse a parlamentar.

“Qual é o medo de falar na minha cara o que vocês pensam a meu respeito? Algum receio? Bom, espero que tenham a dignidade de chamar para depor”, acrescentou a deputada.

Zambelli é citada na lista do relatório final do senador Renan Calheiros (MDB), onde sugere o indiciamento de mais de 70 pessoas e duas empresas. Eles terão que responder por um total de 24 crimes que teriam sido cometidos na pandemia. A deputada é acusada de “incitação ao crime”.

Confira o tuíte:

Leia mais:

1 – Ao vivo, Record inventa explosão em shopping, aciona helicóptero, cita feridos e não era verdade

2 – “Nem sei quem é Olavo”, diz ao DCM líder de Paraisópolis que faz parceria com o canal bolsonarista Brasil Paralelo

3 – DCM Café da Manhã: Por medo de perder autonomia, Ministério Público começa a ejetar lavajatistas

Além de Carla Zambelli, Bolsonaro também é acusado pela CPI

O texto da CPI pode ainda ser modificado. Porém, Renan acusa Bolsonaro dos seguintes crimes: homicídio qualificado, infração de medida sanitária preventiva, charlatanismo, incitação ao crime. Falsificação de documento particular, emprego irregular de verbas públicas, prevaricação. Genocídio de indígenas, crime contra a humanidade, violação de direito social, incompatibilidade com dignidade e honra e decoro do cargo.