Caso Jéssica: Mynd8 nega elo com a “Choquei”, mas omite agenciado que “gerou” a fake news

Atualizado em 26 de dezembro de 2023 às 20:34
Jéssica Vitória Canedo e logo do perfil Choquei. Foto: Reprodução

A Mynd8 divulgou nesta terça-feira (26) um comunicado sobre o caso Jéssica Vitória Canedo, de 22 anos. A jovem tirou a própria vida após ser vítima de uma fake news ao ser apontada como o novo affair de Whindersson Nunes.

A empresa afirmou que a Choquei, perfil acusado de provocar a morte da jovem, não faz parte de seu casting e que “não participa em nenhum momento do conteúdo editorial de nenhum perfil”.

“A Mynd, como agência de marketing de influência, cuida exclusivamente da intermediação de venda de publicidade em perfis nas redes sociais”, disse a empresa. “Todos os perfis são totalmente independentes e administrados por seus donos que definem todo e qualquer conteúdo”, acrescentou.

Comunicado da Mynd. Foto: Reprodução

A primeira página a propagar a informação falsa foi o “Garoto do Blog”, que integra o casting da Mynd e aparecia na sua “Banca Digital”  antes de ser retirada do ar. O comunicado, no entanto, não cita o perfil.

Banca digital da Mynd. Foto: Reprodução

Ainda na nota, a Mynd lamentou a morte de Jéssica e defendeu a regulamentação das plataformas digitais.

“A Mynd fortalece seu compromisso e atuação para que o setor de marketing de influência e notícias seja regulamentado o mais breve possível, com regras rígidas para que se evite qualquer situação deste tipo ou em qualquer outro formato que não siga a liberdade de expressão, respeito e verdade”, finalizou.

Participe de nosso canal no WhatsApp, clique neste link
Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link