Centrão tem a solução para rejeição de Bolsonaro cair

centrão e bolsonaro
Centrão tenta resgatar a popularidade de Bolsonaro e apresentou um plano

A rejeição de Bolsonaro tem aumentado a cada pesquisa e aliados do centrão estão preocupados. O presidente não admite que a maioria dos brasileiros o detesta e diz que as pesquisas são manipuladas. Porém, caciques de grandes partidos acreditam nos dados e querem soluções para frear a desaprovação do governo bolsonarista.

Conforme apurou o DCM, o chefe do executivo se reuniu com parlamentares e líderes de siglas que o apoiam. Em um primeiro momento, escutaram do presidente que sua base usaria pautas de “costumes” para alavancar a popularidade. Os políticos “tradicionais” não gostaram, mas acabaram não convencendo o governante.

Porém, a ação fracassou. E, na última semana, ocorreu uma nova reunião. Desta vez, o centrão colocou as cartas na mesa. Avisaram que não iriam continuar apoiando um governo que está em queda livre. E Bolsonaro aceitou em escutar a proposta do grupo.

Leia mais:

1 – “Toda a sociedade foi vítima das fake news do tratamento precoce da Prevent Senior”, diz a advogada Bruna Morato ao DCM

2 – DCM Ao Meio Dia: Bruna Morato, advogada dos médicos que denunciaram a Prevent Senior na CPI, fala ao DCM

3 – VÍDEO – Imigrante é espancado por segurança de supermercado ao ser acusado de roubo

Centrão apresenta plano para Bolsonaro

Parlamentares e líderes de partidos que apoiam o presidente explicaram que o problema principal está na questão econômica. O brasileiro não vai debater assuntos de “costumes” sem ter o que comer. Eles explicaram que o povo quer emprego e renda para se sustentar.

Uma das formas de recuperar a economia é manter o auxílio emergencial. E essa é a principal solução apresentada pelo centrão. Outro ponto defendido é a demissão de Paulo Guedes. Sobre o aumento do Bolsa Família, os parlamentares pediram paciência e cautela.