China reage a ataque de bolsonarista a seu Consulado e pede punição rigorosa

Homem joga bomba no consulado da China no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução

Após ter sido alvo de um ataque nesta semana, o Consulado da China no Rio de Janeiro comentou sobre o assunto em sua página no Twitter e em comunicado.

O país pediu uma investigação minuciosa e punição do responsável por atirar um artefato explosivo contra a construção.

LEIA também: 

1. VÍDEO mostra o momento do ataque

2. Ameaçado por Roberto Jefferson, embaixador da China comemora prisão do bolsonarista

3. Bolsonaro quer acabar com o SUS e usa o ministro da Saúde

“Agradecemos aos embaixadores e missões diplomáticas no Brasil pela solidariedade ao Consulado Geral da China no Rio de Janeiro, além dos amigos e instituições brasileiros. O status das missões diplomáticas e consulares deve ser respeitado e não violado”, diz a publicação da embaixada.

 

China quer punição do bolsonarista que atacou o Consulado

 

O consulado emitiu nota dizendo que “mantendo estreita comunicação com as autoridades brasileiras, as missões diplomáticas e consulares da China no Brasil pedem a investigação minuciosa sobre o ataque, a punição do culpado nos termos da lei e medidas cabíveis para evitar que incidentes similares voltem a ocorrer”.