CPI da Covid: Renan diz que pode pedir prisão de Wajngarten

Renan Calheiros diz que pode pedir prisão de Fabio Wajngarten. Foto: Reprodução

Em depoimento na CPI da Covid nesta quarta-feira (12), o ex-secretário de Comunicação do governo Bolsonaro, Fabio Wajngarten, deu uma série de declarações contraditórias em relação ao que disse em entrevista à revista Veja.

O relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou que vai pedir a prisão de Wajngarten se ele tiver mentido.

Desde o início do testemunho, ele irritou o relator e o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), com falas embromadas e pouco objetivas.

Primeiro, ele não respondeu se as declarações negacionistas do presidente sobre a vacina contra a covid-19 impactam o pensamento da população brasileira.

Pouco tempo depois, ele revoltou Omar Aziz e tomou uma dura: “O senhor só tá aqui pela entrevista à revista Veja. Se não fosse isso, a gente nem lembraria que você existia. Não menospreze nossa inteligência, ninguém é imbecil aqui”, disse o senador.

As contradições de Wajngarten seguiram até que Renan pediu a palavra e disse que vai solicitar o áudio da entrevista, “para verificarmos se o secretário mentiu ou não mentiu.”

“Se ele não mentiu, a Veja vai ter que pedir desculpas a ele. Se ele mentiu, ele terá desprestigiado o Congresso Nacional, o que é um péssimo exemplo”, afirmou o relator da CPI, antes de dar o ultimato:

“Se ele mentiu à revista Veja e a esta comissão, eu vou requerer à Vossa Excelência, na forma da legislação processual, a prisão do depoente.”

Acompanhe ao vivo:

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!