Exclusivo: Crianças são expostas em live de conteúdo adulto no TikTok e um dos perfis segue no ar

Veja o perfil @felipesouza_97
@felipesouza_97, perfil no TikTok que postou vídeos se masturbando ao ser bloqueado. Foto: Reprodução

Uma conta chamada @felipesouza_97 aparece em lives no TikTok se masturbando com outros homens. Mas o caso dele não é único. Em uma transmissão de 11 de novembro, outro perfil mostrou seu pênis para uma criança* de 10 anos. Num terceiro vídeo, que circulou no final de semana do dia 14, uma menor de idade nota que um homem mostra a genitália e ameaça levar para a polícia.  São casos diferentes, mas que expõe a falta de fiscalização do TikTok envolvendo seus usuários em uma das maiores plataformas de vídeos do mundo.

LEIA MAIS:

1 – Alckmin está empolgado em ser vice de Lula: “Ressurreição”

2 – Skaf quer concorrer ao governo de SP com Bolsonaro se Alckmin for vice de Lula

3 – Bolsonaro queria prisão de Lula para tirar petista das eleições

Pornografia exposta a uma criança

O DCM recebeu com exclusividade imagens e vídeos dessas diferentes contas, com outras, mostrando pênis em lives. Na caixa de comentários, uma das pessoas que está assistindo diz: “coloca uma mulher [na transmissão]!”.

As denúncias de usuários bloquearam a atividade da conta @felipesouza_97, mas ele continua no ar na plataforma de vídeos e tem em torno de 17 mil seguidores – e está criando um novo perfil.

Veja o @felipesouza_97
@felipesouza_97, perfil no TikTok que postou vídeos se masturbando ao ser bloqueado. Criou novo perfil, parece. Foto: Reprodução

No vídeo que envolve a criança de apenas 10 anos, é possível ouvir ela falando: “Ô b*sta (…). Vou ficar aqui esperando para vocês falarem comigo”.

Na caixa de comentários do perfil da menor de idade, uma das pessoas, indignada, diz: “Tira!”.

Uma segunda pessoa declara: “meu Deus!”.

Por fim, outra afirma: “respeita!”.

O vídeo da menor de idade não foi publicado para manter a identidade da criança no anonimato.

Na terceira gravação, a menor de idade ameaça levar o perfil para a polícia e diz para ele sair da transmissão, ao verificar que ele estava mostrando o pênis.

Homem invade live de menor de idade e mostra pênis. Foto: Reprodução
Homem invade live de menor de idade e mostra pênis. Foto: Reprodução

Crimes no TikTok

É considerado crime apresentar mensagem pornográfica ou permitir o acesso a esta a menor de 14 anos, conforme disposto no ECA nos artigos. 78 e 241-E, além do Código Penal, artigos 217-A, 218-A e 234.

Segundo os Termos de Uso do TikTok, há uma idade mínima para uso da plataforma de vídeos chinesa: “Os Serviços destinam-se exclusivamente a pessoas com idade de 13 anos ou mais (sujeito às limitações adicionais porventura estabelecidas nos Termos Suplementares – Específicos da Região). Ao utilizar os Serviços, você estará confirmando que tem a idade mínima aqui especificada. Se chegar ao nosso conhecimento que alguma pessoa com idade inferior à idade mínima estabelecida acima está utilizando os Serviços, encerraremos a conta do usuário em questão”.

Ou seja, a conta que expôs masturbação e conteúdo pornográfico cometeu crimes e os perfis de crianças estão irregular dentro da rede online.

*O nome dos menores de idade mencionados foram suprimidos, mas o DCM teve acesso aos vídeos.

Outro lado

O DCM encaminhou as seguintes perguntas ao TikTok:

1- Por que um perfil que publicou vídeos de masturbação permanece no ar? O TikTok permite isso?

2 – O TikTok está realmente fiscalizando os cadastros? Por que crianças estão na plataforma de vídeos?

3 – Vocês pretendem aperfeiçoar a fiscalização na plataforma?

4 – A plataforma pode colaborar com investigações da polícia ou em denúncias fornecidas ao Ministério Público?

Até o momento da publicação deste texto, ainda não tivemos resposta. O espaço está aberto para manifestação do TikTok.

O DCM optou por não postar o vídeo de @felipesouza_97 que esteve no ar no TikTok em respeito aos leitores.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link

Atualização às 18h14 em 16 de novembro

Chegou ao conhecimento do DCM que o TikTok está revisando o conteúdo e os perfis que foram informados e removendo todos os vídeos e contas que violam suas políticas de Diretrizes da Comunidade, que não permite nudez, pornografia ou conteúdo sexualmente explícito na plataforma.

A plataforma esclarece que se um menor de idade cria uma conta, ele recebe um pop-up solicitando que considere tornar sua conta privada e diz que encoraja qualquer usuário a relatar se acreditarem que um outro usuário é menor de idade.

O perfil @felipesouza_97 foi tirado do ar após a publicação desta reportagem.

Um porta-voz do TikTok mandou o seguinte posicionamento ao DCM:

“Estamos profundamente comprometidos em garantir a segurança de menores em nossa plataforma e temos tolerância zero para conteúdo que perpetue o abuso, dano ou exploração de menores, conforme declarado claramente em nossas Diretrizes da Comunidade. Removemos e denunciamos o conteúdo ao Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas (NCMEC, sigla em inglês) e outras autoridades legais relevantes. Não há linha de chegada quando se trata da segurança de nossa comunidade, nossos usuários mais jovens em particular. É por isso que estamos constantemente revisando e estendendo nossas políticas e práticas e trabalhando com especialistas independentes para feedback e colaboração”.