DCM Ao Meio-Dia: As manifestações do 2 de Outubro. Sucesso ou fracasso? Rudá Ricci comenta

Manifestação #ForaBolsonaro
Impeachment, fome, desemprego e vacinação foram as principais pautas nas manifestações deste sábado (2) – Nelson Almeida/AFP

2 de outubro é o assunto. AO VIVO. Rudá Ricci analisa as manifestações do 02/10 e conversa com o Sociólogo Ademir Castellari Moderação: Tatá do Sul.

LEIA MAIS:

1 – Abandonada pelo pai, Cristiane Brasil diz que Roberto Jefferson não está bem da cabeça

2 – Guru da cloroquina, Didier Raoult divulgou estudo da Prevent Senior, falou com diretor e usou os mesmos métodos antiéticos

3 – O bolsonarismo de Narloch virou um problema para o projeto da Folha, diz pesquisador

Jornal Nacional abordou o 2 de outubro

Após a Globo dedicar sete minutos aos protestos contra o presidente Jair Bolonaro (sem partido), mostrando imagens das manifestações em inúmeras cidades e destacando as pautas dos atos, o Jornal Nacional publicou uma matéria enfatizando os eventos.

Neste sábado (02), as manifestações tomaram conta do Brasil e o Exterior. Ao todo, houve 314 manifestações em 304 municípios brasileiros e em 18 países.

Manifestantes voltaram às ruas pedindo o impeachment do presidente Jair Bolsonaro”, diz a manchete. 

O jornal deu destaque para as manifestações no Rio de Janeiro, Belém, Salvador, Recife, Maceió, Goiânia, Teresina, São Luís, Fortaleza, Campo Grande, João Pessoa, Palmas, Aracaju, Vitória, Natal Belo Horizonte, Curitiba, Brasília e São Paulo.

Já os telejornais da Record e do SBT minimizam os atos. O “Jornal da Record”, que costuma começar com uma matéria policial, abriu neste sábado com uma notícia sobre a crise econômica – um dos principais temas das manifestações contra o governo.

“Mesmo com a reabertura do comércio, a atividade econômica ainda patina para voltar aos níveis pré-pandemia. Pior que isso: com desemprego e inflação lá em cima, os indicadores estão escolhendo. As pessoas compram apenas o essencial e a corda estoura para os autônomos e pequenos empreendedores”, lamentou a emissora.

Depois, o telejornal anunciou os outros destaques do dia – e mais uma vez ignorou as manifestações contra o governo.

O “SBT Brasil”, por sua vez, mencionou as manifestações depois de quase 20 minutos de notícias policiais. Num resumo de três minutos, o telejornal falou em “protestos contra o governo”.

Veja o DCM Ao Meio-Dia