Espancador de youtuber bolsonarista é cidadão de bem: “Sou pai de família, não sou esquerdista”

Bolsonaro e Karol Eller

O agressor da youtuber bolsonarista Karol Eller falou com o Globo após seu depoimento à polícia.

Karol foi espancada no domingo, dia 15, na orla da Barra da Tijuca, no Rio, por ser lésbica. Estava com a namorada, uma policial civil.

Alexandre da Silva, de 42 anos, criticou as “inverdades” que estão sendo disseminadas pelas milícias virtuais de extrema direita.

As fake news que circulam dão conta de que Karol foi atacada por razões políticas.

Alexandre é cidadão de bem.

“Foi uma agressão mútua. Ela veio pra cima de mim, drogada. Sabe que uma pessoa drogada fica muito agressiva? Fica muito mais forte? Ela me agrediu e eu a agredi. Foi isso que aconteceu e nada mais”, disse.

“Não a ofendi com palavras de baixo calão. A tratei com muito respeito. Sou pai de família. Não sou homofóbico, não sou esquerdista.”

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!