Bolsonarista que atacou enfermeiras foi ao Alvorada durante expediente em ministério

Publicado em 6 maio, 2020 7:35 pm
Renan da Silva Sena agrediu enfermeiras durante expediente no ministério

DO UOL

Renan da Silva Sena, ex-funcionário terceirizado do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MDH) que agrediu enfermeiras, é frequentador assíduo do “cercadinho” do Palácio da Alvorada e já hostilizou jornalistas que cobrassem as atividades do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O chamado cercadinho é uma área ao lado do portão de entrada da residência presidencial, onde apoiadores se concentram para tentar falar com Bolsonaro. Sena foi visto em diversas ocasiões no local quando deveria estar cumprindo tarefas do ministério, de acordo com a apuração do UOL.

Reportagem do jornal digital Poder360 mostrou que no dia 2 de abril, Sena hostilizou e xingou jornalistas. Nesta data, ele deveria estar cumprindo tarefas do ministério, em regime de home office, de acordo com nota da própria pasta.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!