Apoie o DCM

Brasileiro que salvou crianças na Irlanda doa dinheiro que ganhou a garoto esfaqueado

Entregador Caio Benício. Foto: Reprodução

O entregador Caio Benício, que interrompeu um ataque a faca na Irlanda, ofereceu o dinheiro arrecadado em uma vaquinha à família da menina de 5 anos que foi esfaqueada. O brasileiro já recebeu quase R$ 2 milhões (cerca de 634 mil euros) em doações.

Em entrevista ao Globo, Caio contou que ofereceu o dinheiro para cobrir as despesas médicas da criança, mas a família optou por não aceitar a ajuda. O brasileiro afirmou que ficou sabendo da vaquinha dias depois do ocorrido. “Não tenho a menor ideia do que vou fazer da minha vida daqui para frente. Ofereci [o valor arrecadado] aos pais, para arcar com as despesas de hospital, porque eu quero ajudar, mas eles não aceitaram num primeiro momento. Claro, estão muito nervosos com tudo”, disse.

Caio afirmou que se sentiu desconfortável com toda a repercussão positiva sobre ele, enquanto as vítimas ainda estão correndo risco de vida. Após um boato falso de que a menina havia morrido, Caio decidiu ir até o hospital.

“Os pais queriam privacidade e não estavam recebendo ninguém. Quando me identifiquei, eles fizeram questão que eu subisse e me trataram com muito carinho, conversamos. A partir dali eu passei a me sentir em paz com a situação, consegui voltar a dormir”, contou.

Além da arrecadação, o brasileiro também recebeu uma medalha do primeiro-ministro irlandês Leo Varadkar, sendo considerado herói nacional no país europeu.

Participe de nosso canal no WhatsApp, clique neste link
Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link