Delfim Netto: ‘Risco para o mercado é Bolsonaro, não Lula’

Publicado em 19 agosto, 2021 9:12 am
Delfim Netto e Lula

O economista Antônio Delfim Netto, ex-deputado e ex-ministro da Fazenda, reforçou seu apoio a Lula em 2022.

Em entrevista ao Poder 360, ele afirma que o petista é uma opção melhor para o mercado financeiro que Bolsonaro.

Bolsonaro seria a continuação do mesmo, até piorado. Ele vai se cansar do Guedes. De forma que, seguramente, o encaminhamento do Lula seria melhor [para o mercado financeiro]”, afirmou.

Delfim ainda elogiou os governos lulistas, mas fez críticas a Dilma Rousseff.

“A administração do Lula foi muito boa. Não podemos confundi-la com a da Dilma. A Dilma era voluntariosa, tinha ímpetos complicados. Basta ver a tragédia que ela fez no setor elétrico. Lula não fez isso”, disse.

Delfim Netto aposta na vitória de Lula em 2022

Delfim Netto declarou ao Valor Econômico, em março, que votaria no ex-presidente “sem dúvidas” diante do atual cenário.

“Fiquei feliz em vê-lo em plena forma”, disse o ex-ministro.

Delfim destacou as habilidades de oratória do petista e analisou que os 580 dias na prisão tenham “amadurecido” o ex-presidente.

“Ele tem uma técnica de reunir as pessoas e provocá-las. Eu assisti à reunião dele com Guido Mantega [ex-ministro da Fazenda] e Henrique Meirelles [ex-presidente do Banco Central] em que ele provocava os dois e depois arbitrava”, declarou.

Mais sobre o assunto:

1. Delfim diz que votaria em Lula e aposta na vitória do petista em 2022
2. Delfim e o caso Coroa Brastel, um dos maiores escândalos financeiros da ditadura que Bolsonaro ama

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!