Deputado que denunciou corrupção na compra da Covaxin diz que foi boicotado por Bolsonaro

Publicado em 23 junho, 2021 12:54 pm
Miranda e Bolsonaro

O deputado Luís Miranda (DEM-DF) afirmou que pagou um preço alto por ter denunciado corrupção no ministério da Saúde a Bolsonaro.

Em entrevista à CNN, Miranda informou que passou a ser boicotado pelo governo após ter avisado o presidente sobre a compra superfaturada da vacina indiana Covaxin.

Além da retaliação na distribuição de emendas, Miranda disse que passou a ser boicotado na Câmara.

“A única emenda parlamentar que eu tinha foi vetada pelo próprio presidente”, disse.

“Denunciar a corrupção não é coisa fácil”, disse o parlamentar que vai pedir proteção policial após balançar os alicerces do governo.

Ele também disse que considera que o ex-ministro da Saúde, general Pazuello, teve medo quando soube do esquema.

“Ele tem amor a vida dele”, disse.

Ele afirmou também que, no fim da história, vai sair muita “gente presa do ministério da Saúde”.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!