Ministro de Temer distorce dados para combater descriminalização da maconha

Publicado em 16 janeiro, 2018 8:44 am
TERRA1 BSB DF OSMAR TERRA/PROJETO ANTIDROGAS NACIONAL Deputado Osmar Terra (PMDB RS), no plenario da Camara durante discussao de projeto antidrogas. 28/05/2013. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADAO

De O Globo

O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, criticou a legalização da maconha no Uruguai e no estado do Colorado, nos Estados Unidos, com dados que apontariam um aumento dos homicídios nesses locais após o início do comércio legal da droga. Crítico às políticas de descriminalização, Terra é autor de projetos de lei que preveem a internação compulsória de usuários de drogas e mudanças no Sistema Nacional de Política sobre Drogas.

Ele publicou, nesta segunda-feira, em sua conta no Twitter, dois gráficos com dados de homicídios no Uruguai e em Denver, capital do Colorado, dizendo que, após a legalização da maconha, esses locais tiveram aumento do número de homicídios. Será que é isso mesmo?

Osmar Terra fez uma interpretação parcial dos dados. Ao citar o estado do Colorado, ele usa dados apenas da capital, Denver. Realmente houve uma alta no número absoluto de homicídios na cidade. Contudo, a maconha é legalizada em todo o estado que, por sua vez, não teve aumento significativo da taxa de homicídios desde 2012, quando ocorreu a liberação do uso recreativo da droga.

(…)

No Uruguai, a situação é parecida. No país sul-americano, a descriminalização do consumo entrou em vigor em 2014. No ano seguinte, houve um aumento da taxa de homicídios, seguida de uma queda em 2016. A liberação do comércio legal de maconha no Uruguai ocorreu apenas no ano passado, mas ainda não há dados públicos disponíveis para a comparação.

(…)