Monitoramento encontra dobro de índios mortos por covid do que o divulgado pelo governo Bolsonaro

Publicado em 13 abril, 2021 4:27 pm
Índios. Imagem: Evaristo Sá/AFP

De Bruno Alfano no Globo.

O número de mortes de indígenas, entre 23 de fevereiro e 3 de outubro de 2020, divulgado pelo Minsitério da Saúde é metade do que o levantado pela Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab).

LEIA – Governo do Amazonas quer usar vacinas de índios no restante da população para que não expirem

No período analisado, o governo contabilizou 330 mortes e a Coiab, 670. Já o número de casos é 14% menor: 22.127 registrados pelo ministério e 25.356 pelo grupo da sociedade civil.

LEIA MAIS – Índios recebem vacinas da Covid com arcos e flechas, exigindo presença de missionário

A análise foi feita por membros da Coiab e divulgado em artigo científico publicado nesta segunda-feira pela revista “Frontiers”.

De acordo com a coordenação, a contagem é realizada desde março março de 2020, feita junto a lideranças, profissionais de saúde indígena, organizações da Rede COIAB e dados do Ministério da Saúde. Segundo o grupo, o objetivo é “revelar e evitar a subnotificação de casos da covid-19 entre os indígenas da Amazônia”.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!