Fachin ‘Rolando Lero’ e que a Justiça ponha Moro e Dallagnol na cadeia. Por Moisés Mendes

O ministro Edson Fachin, do STF Foto: NELSON JR./SCO/STF

Publicado originalmente no Facebook do autor:

Por Moisés Mendes

Quatro dos cinco ministros da Segunda Turma do Supremo entendem que Lula tem o direito de acesso às mensagens das conversas criminosas de Sergio Moro, Deltan Dallagnol e os subalternos deles na Lava-Jato.

Só um ministro veio de novo com uma minhoca e fez um lero-lero, que isso e aquilo e a hermenêutica e a Grécia antiga etc.

Sim, ele mesmo, Edson Fachin, que votou pelo acesso, mas com volteios, restrições e não sei bem, vamos ver melhor, mas quem sabe e coisa e losa.

Um voto com as firulas das suas características de personagem da Escolinha do Professor Raimundo.

Mas enfim os podres da Vaza Jato estão liberados. Que venham a público todas as imundícies da quadrilha de Curitiba.

E que a cadeia para os chefes do esquema não esteja tão longe e tenha uma TV ligada dia e noite na Record.

.x.x.x.

LEIA TAMBÉM: Fachin diz que “doença infantil” do lavajatismo vai acabar