VÍDEO: Questionado sobre Bolsonaro, Felipe Mello fica irritado

Felipe Mello se irrita com pergunta sobre Bolsonaro
Felipe Mello se irrita com pergunta sobre Bolsonaro. Foto: Reprodução

O bolsonarista Felipe Mello parece estar incomodado com o presidente. Em coletiva de imprensa, o volante do Palmeiras reclamou ao ser questionado sobre Jair Bolsonaro. Ele foi perguntado se dedicaria a taça ao mandatário, como já fez em outra ocasião, caso fosse campeão da Libertadores.

O atleta respondeu, irritado: “Estamos para falar de futebol ou de política? Eu estou aqui para falar de futebol. Estou aqui para falar de uma decisão entre Flamengo e Palmeiras. Então não estou aqui para responder para quem eu vou dedicar”.

Felipe Mello então revelou qual vai ser a dedicatória do possível título:

“Então eu vou dedicar a vitória do Palmeiras para todo torcedor palmeirense e para todo mundo que tem vivido conosco esse sonho de chegar mais uma vez a essa final da Copa Libertadores”

Veja:

O aparente descontentamento do jogador com o presidente é novo. Ocorreu após ele afirmar que está torcendo pelo Flamengo na disputa. Em entrevista na última segunda (22), o bolsonarista diz que o mandatário “é o melhor que tem”.

“Fez coisa boa? Fez. Fez cagada? Fez. Não votaria em outro cara, mas se ganhar outro vou torcer para ir para o beleléu? Não. Eu sou brasileiro. Larguei tudo em Milão, ganhava em euro, para vir para o meu país. Sou patriota e torço para quem for”, disse à Folha de São Paulo.

Leia mais:

1 – Sem decolar na pesquisa, Ciro Gomes não joga a toalha

2 – Sara Winter diz que Bolsonaro foi uma “grande ilusão” e “não tem nenhum poder”

3 – Jogadores e diretoria do Palmeiras se irritam com Bolsonaro

Felipe Mello não é o único irritado com Bolsonaro

Além do volante, atletas e diretores do Palmeiras estão irritados com o presidente. Conforme apurou o DCM, os apoiadores de Bolsonaro no clube se sentiram traídos com a torcida do presidente pelo Flamengo. Felipe Mello esperava a torcida do presidente na decisão da Libertadores. Entretanto, diretores do time pediram para os atletas não se manifestarem.

Nesta sexta (27), o presidente declarou torcida para o Flamengo na final do campeonato. “Assim como falei em 2019 e deu certo, amanhã somos todos Flamengo”, afirmou.

Mesmo que a taça fosse dedicada ao mandatário, ele não poderia recebê-la pessoalmente. Bolsonaro não foi vacinado, o que o impossibilita de ir ao jogo, que ocorre no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Urugai.

 

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link