O que Fux pensa sobre STF se meter em sabatina de Mendonça no Senado

Fux
Fux conversou com interlocutores

O presidente do STF, o ministro Luiz Fux, acredita que não é o momento do Supremo interferir na pauta de sabatina de André Mendonça. O magistrado falou sobre o assunto com interlocutores. A informação é da CNN Brasil.

O ministro aprovou a decisão de Ricardo Lewandowski, que rejeitou um pedido de senadores sobre o tema. O objetivo era que a Corte ordenasse que Alcolumbre definisse uma data para a sabatina. Davi é o presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

Lewandowski justificou que o assunto é atribuição do Senado e que o STF não deve se intrometer. Fux tem a mesma visão. Porém, pode mudar de opinião se Alcolumbre demorar para marcar a data da sabatina. O presidente do Supremo acredita que o momento é se manter longe do atrito.

Leia mais:

1 – Moro quer encontrar brecha nos EUA e deve se filiar ao Podemos em novembro para disputar 2022

2 – “Ciro mente de maneira descarada e está mergulhando no fundo do poço”, diz Dilma após novo ataque do pedetista contra Lula

3 – Em almoço na mansão de Flávio, Alcolumbre exige retratação de Bolsonaro sobre sabatina de Mendonça

Fux quer que Senado faça a sabatina de André Mendonça

Apesar de querer que o STF fique distante do assunto neste momento, Fux está incomodado com a postura de Alcolumbre. Não é segredo para ninguém que o senador vem segurando a pauta, porque não quer que Mendonça seja aprovado ao Supremo.

O presidente da Corte já falou publicamente que o tribunal precisa estar completo. Isto porque, sem um ministro, o Supremo tem acúmulo de processo. E pode ter empates em julgamentos, criando impasse jurídico. Na opinião do magistrado, deixar a indicação de Mendonça perder a validade seria um ataque ao STF.