Inês Brasil diz que se arrepende de ter apoiado Bolsonaro

Inês Brasil Bolsonaro
Inês Brasil usou o perfil do Twitter para dizer que se arrependeu de ter votado em Bolsonaro

Inês Brasil usou seu perfil do Twitter nesta terça-feira (2) e afirmou que se arrependeu de ter apoiado o presidente Jair Bolsonaro. Em 2018, ela postou uma foto ao lado do governante e deixou claro que votaria nele. Na época, a cantora foi cancelada, principalmente pelo público LGBTQIA+.

Inês sempre foi tratada como uma “diva” de grupo LGBTQIA+. Porém, quando anunciou apoio ao chefe do executivo, foi muito criticada. A alegação dos fãs era que Bolsonaro tinha falas homofóbicas e preconceituosas contra negros e mulheres. Mesmo assim, a artista não deu muita importância.

Só que ela mudou de ideia. Com a inflação em alta, ataques contra a democracia e milhões de brasileiros sem comida e emprego, Inês parece revoltada com a situação. Por conta disso, resolveu deixar claro que se arrependeu de tê-lo apoiado.

Confira o tuíte:

Leia mais:

1 – EXCLUSIVO – Lava Jato usou delação forjada de Barusco para fraudar outras duas: “Isso colocará Lula em cena”

2 – Indústria de delações forjadas revelada pelo DCM não pode cair no corporativismo do CNMP, diz advogado

3 – OAB deve resposta sobre advogados que trabalharam com delações encomendas na Lava Jato, diz Kakay

Inês Brasil e sua carreira como cantora

A cantora tem 52 anos e ganhou notoriedade em 2013. Na ocasião, seu vídeo de inscrição para o Big Brother Brasil caiu nas redes sociais e viralizou. Ela não participou do processo seletivo, mas se tornou uma figura muito querida pelos internautas. Não por acaso vários memes sobre a imagem dela foram criados.

Ela participa de diversos programas de TV, dialoga com o público nas redes sociais e também faz shows pelo Brasil. A cantora recebe por suas apresentações em boates cerca de R$ 12 mil por show.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.