Italianos criam petição online contra cidadania honorária de Bolsonaro no Vêneto

Jair Bolsonaro de máscara
Bolsonaro com dificuldade para colocar máscara.
Foto: Sérgio Lima/Poder360

Um grupo de italianos está fazendo uma campanha contra a concessão de uma cidadania honorária para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na região do Vêneto, na Itália. Os manifestantes começaram uma abaixo-assinado online.

O motivo da cidadania seria o fato de Bolsonaro ser descendente de imigrantes da região.

Na campanha, o grupo chama a atenção para o fato de que o presidente brasileiro está sendo acusado de crime contra a humanidade pela CPI da pandemia.

Italianos fazem petição contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e enfatizam acusações relacionadas a crimes cometidos durante a pandemia.
Italianos fazem petição contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e enfatizam acusações relacionadas a crimes cometidos durante a pandemia.

No texto da petição, os italianos escreveram:

“Esta coleta de assinaturas visa solicitar ao Município de Anguillara Veneta que não confira Cidadania Honorária ao Presidente Jair Messias Bolsonaro, acusado nestes dias de homicídio culposo pelo Senado Brasileiro pela morte de centenas de milhares de pessoas durante sua gestão da pandemia de Covid-19, por suas posições homofóbicas, misóginas e racistas, por sua valorização do passado regime militar brasileiro. Prestar homenagem e elevar Bolsonaro a posição de exemplo para uma comunidade é uma vergonha para os princípios de liberdade, legalidade e democracia de nosso país”, afirmam.

Leia mais:

1. Forças Armadas planejam abandonar Bolsonaro

2. “Não vamos interferir em nada”: ao lado de Guedes, Bolsonaro diz que não fará nada para reduzir preço da gasolina

3. Eduardo Bolsonaro cita artigo errado da Constituição para defender Allan dos Santos

“É uma vergonha que, como cidadãos, não podemos aceitar. Anguillara Veneta, desde 1993 “Município pela Paz e pelos Direitos Humanos”, não pode presumir que tenha o Bolsonaro como modelo apenas pelo simples facto de que aqui nasceram seus antepassados. Além disso, esta escolha não diz respeito apenas ao município de Anguillara, mas também a todo o Veneto e ao território italiano, que teria uma figura muito polêmica entre os seus cidadãos honorários de prestígio num momento histórico extremamente delicado. Pedimos o apoio de todos os cidadãos italianos para trazer a atual administração municipal de volta aos seus sentidos”, finaliza o texto.