Irmão favorito de Jair Renan é condenado por violência doméstica

Ivan Valle, Ana Cristina e Jair Renan
Ivan Valle, Ana Cristina e Jair Renan. Foto: Reprodução

Ivan Valle, irmão de Jair Renan e filho de Ana Cristina Valle, ex-mulher de Jair Bolsonaro, foi condenado por violência doméstica. O enteado do presidente já foi proibido pelo menos três vezes de se aproximar da ex-companheira, Juliana Alencar.

Ele foi condenado a três meses e 15 dias de detenção em regime aberto, segundo a coluna de Guilherme Amado no Metrópoles. Também terá de pagar dois salários mínimos à vítima por danos morais.

Ivan foi acusado de agredir a ex-companheira em 2018 e a condenação foi assinada pela juíza Adriana Ramos de Mello, do 1º juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Rio. Segundo a denúncia, ele teria dado um chute na perna e um tapa no rosto de Juliana. A agressão ocorreu na frente da filha do casal, que tinha um ano à época.

Segundo o depoimento da mulher, ele foi até sua casa com uma decisão judicial que dizia que ele poderia ficar com a filha aos fins de semana. Após discussão, ele pegou a criança no colo e partiu para cima de Juliana.

“Ele foi no meu pescoço”, conta. “Eu pedia pra ele me dar ela, porque ela estava gritando (…) Eu estava na frente do elevador ainda. Quando ele soltou o meu pescoço e eu fui tentar pegar ela, ele veio com a cabeça na minha testa e me empurrou contra o elevador”.

Juliana então saiu do imóvel para tentar impedir que ele levasse a criança e foi agredida novamente. “Ele me deu um chute na perna esquerda, no tornozelo”. As agressões, alega, lhe causaram edema e lesões nos tendões da perna. O exame de corpo de delito e o boletim médico registraram que as lesões foram sofridas por “ação contundente”.

No dia seguinte a agressão, ela foi à polícia fazer um boletim de ocorrência e conseguiu uma medida protetiva. Ivan foi proibido de se aproximar a menos de 250 metros dela ou tentar qualquer tipo de comunicação. A medida protetiva durou 90 dias e foi prorrogada, posteriormente, mais duas vezes. Em 2019, Juliana o denunciou por descumprimento de decisão judicial. Ele teria tentado ir até sua casa e contato por telefone.

Em março daquele ano, o Ministério Público do Rio denunciou o irmão de Jair Renan por lesão corporal em violência doméstica. No mesmo mês, a denúncia foi aceita e ele se tornou réu.

Leia também:

1 – Funcionários fantasmas de Carluxo usaram endereço de Bolsonaro na Receita e na Câmara

2 – Por que a ex-mulher de Bolsonaro foi convocada a depôr à CPI

Ivan é o irmão favorito de Jair Renan

No mês passado, o filho 04 do presidente revelou que seu irmão favorito não está entre o clã Bolsonaro. Para ele, Ivan Valle, filho da mãe, é quem o “apoia mais”. “Gosto mais do Ivan Valle. Sem meias palavras, é o irmão que me apoia mais. Cansei de colar com nego sem visão”.

A afirmação foi feita após levar unfollow de seus irmãos Eduardo e Carlos no Instagram. O motivo aparentemente foi ele afirmar que namoraria com uma petista.