Bolsonarista, jornalista cearense é alvo de operação da PF

O bolsonarista Wellington Macedo ao lado do presidente
Wellington Macedo ao lado de Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução

Jornalista e bolsonarista, Wellington Macedo foi um dos alvos da Polícia Federal nesta sexta (20).

A busca e apreensão foi determinada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Nesta semana, Wellington publicou duas falas golpistas de Sérgio Reis, também alvo da corporação.

“Se eles não obedecerem o nosso pedido, a cobra vai fumar”, escreveu ele.

Ele diz ser “militante da verdade e da notícia” e diz que é “apenas um jornalista”.

O bolsonarista não foi encontrado

Wellington não foi encontrado pela Polícia Federal, pois a ação ocorreu em Sobral (CE) e ele estava em Brasília, segundo o jornal O Povo.

Após saber que a corporação passou em sua casa, ele publicou um vídeo nas redes reforçando a convocação para o ato golpista de 7 de setembro:

Leia também:

1 – Bolsonaristas ligados a Sérgio Reis estiveram com ministros, deputados e irmão do presidente

2 – Alvo da PF, Zé Trovão ameaça Moraes: “Não vai calar o povo brasileiro”

Além de Sérgio Reis, 8 pessoas foram alvos da PF; veja lista:

Sérgio Bavini (o cantor Sérgio Reis);

Otoni Moura de Paulo Júnior (o deputado federal Otoni de Paula, do PSC-RJ);

Alexandre Urbano Raitz Petersen;

Antônio Galvan, presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil);

Bruno Henrique Semczeszm;

Eduardo Oliveira Araújo, cantor;

Juliano da Silva Martins;

Marcos Antônio Pereira Gomes, o Zé́ Trovão;

Turíbio Torres;

Wellington Macedo de Souza.