Ministros do STF dizem que Lewandowski deu recado de punição a Bolsonaro em caso de ruptura

Lewandowski

Alguns ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) e integrantes da cúpula do Congresso dizem que o artigo publicado pelo ministro Ricardo Lewandowski na Folha de S.Paulo representa o mais claro recado da Corte ao presidente Jair Bolsonaro.

LEIA MAIS:

1 – Evento com Lira e convidados sem máscaras seguiu “protocolos”, diz empresa

2 – AO VIVO – Lula, Dilma e Haddad participam de lançamento do livro sobre os 5 anos do golpe

Recado de Lewandowski

É o recado mais claro desde o início da escalada de tensão entre os Poderes. A análise é que o ministro foi o primeiro a dar concretude às estratégias que o Judiciário pode adotar caso o chefe do Executivo resolva partir para uma ruptura institucional.

Essa é a diferença apontada, por exemplo, em relação ao presidente do Supremo, Luiz Fux, e do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luís Roberto Barroso, que fizeram discursos duros contra Bolsonaro. Eles, no entanto, não citaram a possibilidade de prisão nem detalharam o caminho jurídico a ser trilhado para punir o presidente, caso a disputa com a corte descambe para uma tentativa de golpe.

LEIA NO DCM – Fica a dica: Lewandowski avisa Bolsonaro e seus comparsas que tentar golpe no 7 de setembro é crime

Além disso, o ministro deixou claro que não simpatiza com a ideia de haver algum tipo de anistia a quem ajudar a promover um movimento que viole as regras do jogo democrático estabelecidas pela Constituição.

Com informações da reportagem da Folha de S.Paulo.