Live das 5 – Boris Johnson constrange Bolsonaro ao falar sobre tomar vacina em encontro em Nova York

Boris Johnson recomenda vacina e constrange Bolsonaro em NY. Foto: Reprodução/Twitter

Boris Johnson é pauta. AO VIVO. Cassio Oliveira analisa as últimas notícias e conversa com o professor, escritor e militante do Partido Comunista do Brasil, Lejeune Mirhan. Moderação: Sara Goes.

LEIA MAIS:

1 – Glauber Braga critica texto de Lula sobre Luiza Trajano na Time

2 – “Não conversei com o Lula nem com nenhum outro político”, diz Luiza Trajano

Johnson faz Bolsonaro passar vergonha

O premiê do Reino Unido, Boris Johnson, afirmou nesta segunda (20), em encontro com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que tomou a vacina da AstraZeneca.

Deixando bem claro que se vacinou, o primeiro-ministro constrangeu o presidente brasileiro, que declara que não se vacinou.

“Obrigado pessoal. Tomem a AstraZeneca”.

E foi, ainda assim, para um evento da ONU.

VEJA A LIVE DAS 5

Rogério Carvalho no DCM

O senador Rogério Carvalho (PT-SE) afirmou, durante o programa DCM Ao Meio-Dia desta segunda-feira (20), que Bolsonaro transformou o Brasil em um vexame internacional em diversas áreas. Para exemplificar esses vexames, o parlamentar sergipano mencionou o caso de um diplomata da delegação de Bolsonaro em Nova York, que testou positivo para Covid-19 no último sábado (18).

“É lamentável e é mais um vexame que o Brasil vai ter que enfrentar, sem contar o vexame do ecocídio, que a gente tem praticado, quando eu falo a gente, eu falo o Brasil sobre o comando do Bolsonaro e seus apoiadores, sem contar o genocídio que foi a condução do Bolsonaro na pandemia, o que tem sido a volta do trabalho escravo, da fome, o desemprego no Brasil, da paralisia econômica, da entrega do nosso patrimônio, da subserviência como prática diplomática que o Brasil nesses últimos anos em relação aos Estados Unidos”, explicou.

Bolsonaro está em Nova Iorque para participar da 76ª Assembleia Geral da ONU. Por se negado a se vacinar, que é um requisito obrigatório para o ingresso de pessoas em diversos estabelecimentos da cidade norte-americana, Bolsonaro tem sido alvo de críticas de diversas autoridades e dos principais jornais dos Estados Unidos.

Para o senador Rogério, com Bolsonaro o Brasil deixou de ser uma potência e, em algumas áreas, está regredindo a um período de até 30 anos atrás.