Luciano Hang manda diretor da Abin processar jornalista

Véio da Havan

Após reportagem do UOL que afirmou que a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) fez um relatório de 15 páginas questionando a fortuna de Luciano Hang, o Véio da Havan, ele foi às redes pedir a Alexandre Ramagem, chefe do órgão, que processe o jornalista e o portal de notícias.

“Alexandre, a Abin deveria processar o jornalista e a Uol também. Estão usando o nome de uma instituição séria”, escreveu ele no Twitter.

Ramagem negou a existência do relatório exposto na matéria e alegou que a reportagem tem “finalidade de atingir instituições de Estado”.

A Havan ameaçou processar o portal de notícias e o repórter, e chamou de “fake news” o relatório da Abin que cita “agiotagem” e lavagem de dinheiro.

Segundo Lucas Valença, o relatório diz que a Havan esteve “sempre expandindo os negócios, sem sócios, sem investidores, sem endividamento e muitas vezes parecendo possuir uma fonte oculta de recursos, que não se explicaria apenas por sonegação fiscal e contrabando de artigos importados para lojas”.

O documento teria sido usado para alertar o presidente sobre sua proximidade com o empresário bolsonarista e os riscos que isso poderia causar para a atual gestão.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!