Lula almoça com Anne Hidalgo: ‘Um homem inspirador’, diz prefeita de Paris com exclusividade ao DCM

Lula com a prefeita de Paris, Anne Hidalgo
Lula com a prefeita de Paris, Anne Hidalgo

Lula almoçou com a prefeita de Paris nesta terça, 16.

Antes, em entrevista exclusiva ao DCM, Anne Hidalgo disse considerar o ex-presidente “um amigo”.

Em março, Lula recebeu o título de Cidadão de Paris.

“É uma figura importante para a política mundial”, disse a prefeita ao correspondente do DCM na Europa, Willy Delvalle (veja a entrevista no final do artigo).

Segundo a prefeita, Lula – ele usou sua página no Twitter para mostrar uma foto com Anne – é um “grande homem, que se permitiu lutar contra a pobreza quando foi presidente”.

Anne ressaltou ainda a capacidade de Lula de lidar com aspectos relacionados à diversidade.

“Teve resultados que deram orgulho ao povo brasileiro nesta área”, disse a prefeita. “Ele acompanhou os povos indígenas, principalmente na Amazônia. E me lembro da sua gestão na luta contra a AIDs. Ajudou muito o povo brasileiro. Na época, foi um assunto que deu a volta ao mundo”.

Lula, para a prefeita de Paris, é um “visionário. Um homem do povo, uma pessoa inspiradora. É alguém que eu apoio, admiro e vejo com um amigo”.

Aplaudido de pé no Parlamento Europeu, em Bruxelas

Antes de ir a Paris, Lula falou no Parlamento Europeu, em Bruxelas, onde foi aplaudido de pé.

A imprensa local elogiou o ex-presidete.

“Lula, que insiste que ainda não é candidato, recebe elogios em Bruxelas”, disse o Euractiv, principal veículo especializado na cobertura europeia.

“O ex-presidente do Brasil Lula da Silva, que nesta segunda-feira voltou a insistir que até fevereiro ou março não decidirá sobre sua candidatura às presidenciais de 2022, recebeu nesta segunda um banho de elogios em Bruxelas, durante ato dos socialdemocratas europeus para falar da América Latina”.

“Aquele que ainda exerce uma das principais lideranças da esquerda latino-americana definiu o atual presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, como uma ‘copia ruim’ do ex-presidente Donald Trump e, apesar de suas declarações, negou que esteja fazendo um ‘um discurso de campanha’”, observa.

Todos querem Lula na presidência a partir de 2023

O resto dos participantes do ato dos socialdemocratas europeus não escondeu seu desejo de voltar a vê-lo à frente do Brasil e quem o expressou de maneira mais clara foi o ex-presidente de governo espanhol José Luis Rodríguez Zapatero.

“Uma das razões mais esperançosas que tem a comunidade internacional pela frente é ver novamente o presidente Lula à frente do Brasil”, declarou Zapatero.

“Lula é o grande mestre da igualdade, o mestre da redução das desigualdades e, por isso, homens como Lula vão ser o que escreverão o século XXI, o século da igualdade”.

“O presidente Lula Lula abrirá um período para a América Latina de união, de integração”, uma “esperança certa de que há por que se animar, alentar e apoiar”.

A publicação citou o discurso de Iratxe García, líder dos socialistas e democratas europeus: “Presidente Lula, agora que o tempo lhe deu razão, cabe-lhe converter a presidência do populista de extrema direita num pesadelo passageiro no Brasil”.

“A espanhola elogiou o mandato do brasileiro, do qual disse que ‘mitigou a insegurança alimentar, aumentou a escolaridade e sabemos que vai voltar a fazê-lo em breve”.

Leia também:

1 – Bloomberg destaca “recepção calorosa de Lula na Europa, ao contrário de Bolsonaro”

2 – Live das 5: Enviada do DCM a Bruxelas conta o que você não viu da recepção de Lula no Parlamento Europeu

O jornal espanhol El País também elogiou Lula.

“Mesmo não sendo candidato à presidência do Brasil, Lula, líder nas pesquisas, aproveitou ontem sua visita a Bruxelas para esboçar alguma proposta para as eleições de 2022, ou pelo menos, ensaiar um slogan”.

“Com um discurso muito enérgico, aquele que foi presidente do Brasil entre 2003 e 2011 defendeu sua gestão”.

“Desde que saiu da prisão faz dois anos, a possibilidade de que Lula volte a se candidatar às presidenciais ganha corpo”, afirma o correspondente em Bruxelas, Manuel Vicente Gómez.