Lula já tem um plano para eleger Haddad governador

Lula e Haddad se cumprimentam sorrindo e posam para foto
Lula já tem estratégia traçada para ajudar Haddad a vencer em SP – Foto: Divulgação/Ricardo Stuckert

Lula quer eleger Haddad governador de São Paulo e, para isso, criou um plano muito bem elaborado. O petista está acompanhando de perto as pesquisas de intenção de voto e também levantamentos feitos pelo partido. Com isso, a estratégia foi formada: ele vai colocar o bloco na rua.

O DCM conversou com um membro importante do diretório do PT no Estado e a explicação é uma só. “Se quiser vencer, Haddad precisa crescer no interior de SP”. E para isso, ele precisa do apoio de Lula, que aparece melhor colocado que ele nas intenções de voto.

Pesquisa Datafolha da última semana confirmou o que os levantamentos internos do partido mostravam. Haddad lidera a corrida eleitoral para o Governo de SP na capital com 21% ante 18% de Geraldo. Na região metropolitana, os dois empatam em 19%, o problema é no interior.

Nessa região, enquanto Alckmin aparece com 32%, Haddad tem apenas 15%, ou seja, está aí a diferença final. Com isso, o tucano, que ainda não tem futuro definido para outra sigla, aparece na liderança com folga.

Leia mais:

1 – Políticos do Rio procuram militares para saber planos de Mourão em 2022

2 – Allan dos Santos nega denúncia contra ele e faz desafio a CPI

3 – Como foi a primeira mensagem de Alexandre Garcia após demissão da CNN

Lula e Haddad

Para isso, a estratégia do PT está traçada: Lula irá às ruas com Haddad. E o petista já tem seu destino, ele acompanhará o ex-prefeito de SP por uma turnê pelo interior. Os dois estarão em diversos municípios da região conversando com políticos importantes em busca de apoio. Cidades como Ribeirão Preto, Campinas e São José do Rio Preto deverão fazer parte da agenda.

Algo como o ex-presidente já fez no Nordeste acontecerá pelo interior paulista. A ideia é que a viagem aconteça já no mês de outubro, segundo uma fonte dentro do partido. O anúncio, no entanto, somente será feito depois que Lula tomar a terceira dose da vacina. Antes disso, não há chance de nenhuma agenda maior. Mas, nos corredores da sigla está certa que essa é a estratégia ideal para ajudar Haddad a crescer.