Mandetta nega desistência de candidatura e diz que dirigente se precipitou

Veja o Mandetta
Mandetta. Foto: Wikimedia Commons

Luiz Henrique Mandetta disse que não desistiu de disputar a Presidência em 2022. Ele ainda quer ser presidente da República e fez essa afirmação para a GloboNews.

LEIA MAIS:

1 – Eduardo Bolsonaro zomba de Doria e ganha apoio de Falcão e Mauren Maggi: “Você é o melhor”

2 – Sem dinheiro para pagar pensão, ex-ator da Globo acatará prisão

3 – Cauã Reymond diz que já sofreu assédio sexual e fala de episódio recente; saiba qual

Madetta joga a culpa em Bivar

Esse boato de Mandetta foi dado por Luciano Bivar nesta quinta (25).

O presidente do União Brasil disse que o ex-ministro da Saúde disputaria uma vaga no Senado ou na Câmara pelo Mato Grosso do Sul.

Ele afirmou que teve uma reunião com Bivar apenas para discutir possíveis cenários.

“Acredito que ele deve tido uma outra interpretação e verbalizou dessa maneira. No Democratas, isso seria tratado ali dentro […] Eu nunca disse que seria candidato. A decisão não foi tomada. Continuo à disposição do partido, como sempre estive. Era uma reunião basicamente para fazer uma análise, preciptou-se em falar em desistência de campanha”.

Ex-ministro atribuiu a confusão a uma falta de entrosamento entre DEM e PSL, que formaram a União Brasil.

“Esse partido é uma fusão do DEM com o PSL. Toda essa discussão [sobre a candidatura] foi feita dentro do Democratas. Agora, o momento é de a gente conversar com essa fusão. Decidir se ela vai ter candidato próprio”.

O ex-ministro de Bolsonaro defendeu que o novo partido exerça um papel “sério, ético, elegante e sem casuísmos”.

Apoiar um candidato de outro partido é de fato uma opção para ele.

“É muito considerável. Eu acho que é possível, mas também nao está nada claro. O jogo é de soma. Eu só espero que seja com coerência”.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link