Moro é o plano B de Doria para as Eleições 2022

Doria sorrindo e Moro cochichando em sua orelha
Moro é o plano B para Doria – Foto: Reprodução

O que Doria tem a ver com a confirmação de que Sérgio Moro será candidato a presidente em 2022? Tudo. Ao menos é o que garantem aliados do Podemos e membros do diretório nacional do PSDB. O ex-juiz e o governador de São Paulo estão com um acordo de cavalheiros sobre as eleições do ano que vem e o plano já está em voga.

Segundo essas fontes confirmaram ao DCM, Moro ouviu de aliados de Podemos quais suas chances de ir ao segundo turno. Nas pesquisas internas, conhecidas como trackers, feitas pela sigla, a situação é difícil. Moro segue em torno de 10%, bem abaixo do que precisa para ter musculatura para uma eleição presidencial.

Porém, o que animou o ex-juiz foi um cenário específico. Quando o candidato do PSDB é Eduardo Leite, suas chances aumentam. Embora ele apareça com apenas 2% a mais, o potencial de voto salta muito. No levantamento, sendo Leite o nome, Moro chega a um potencial de 22% e cola em Bolsonaro. E o ânimo se deu porque membros do Podemos ouviram da boca de importantes tucanos que Doria não vencerá a prévia. “Hoje, a chance é baixa”, teriam dito aliados ao antigo ministro de Bolsonaro.

Leia também:

1 – Eduardo Bolsonaro cita artigo errado da Constituição para defender Allan dos Santos

2 – André Mendonça vai para o STF? Senadores fazem aposta

3 – “Não vamos interferir em nada”: ao lado de Guedes, Bolsonaro diz que não fará nada para reduzir preço da gasolina

Moro é Plano B

A decisão de Moro de se lançar candidato, após uma semana turbulenta, até com desistência, poderia chatear Doria. Mas o efeito foi contrário, segundo pessoas ligadas ao governador de SP, já que ele ficou feliz com a decisão. O político trata o ex-juiz como amigo e acredita que ser pré-candidato não significa obrigatoriamente uma candidatura no ano que vem.

Doria tem dito a aliados do PSDB que tem o compromisso de Moro de que, se ele for candidato, o outro desiste. E, com o nome dele circulando no meio político, crescem as chances da chapa dos sonhos do governador: Doria e Moro.

Por outro lado, caso ele perca mesmo as prévias, embora seus aliados apostem em uma grande vitória, há outro caminho. Neste cenário, ele não seria candidato a nada, mas um garoto propaganda na campanha de Moro. Mesmo tendo que boicotar Leite. Aí, ele aposta, que o juiz cresceria e, em caso de vitória, Doria teria seu Ministério.