Morre Andor Stern, único sobrevivente brasileiro do Holocausto

Atualizado em 8 de abril de 2022 às 9:29
Andor Stern
Andor Stern morreu aos 94 anos

Morreu na quinta-feira (7), na cidade de São Paulo, o único sobrevivente do Holocausto nascido no Brasil, Andor Stern. Ele estava com 94 anos. O velório aconteceu ontem no Cemitério Israelita do Embu.

Nascido na capital paulista, ele se mudou ainda criança com a família para a Hungria, terra natal dos pais. Com o começo da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o brasileiro e a família, todos judeus, foram levados para o campo de extermínio nazista de Auschwitz, na Polônia. Stern foi separado dos seus familiares e nunca mais os viu.

Ele chegou a passar por outro campo de concentração, em Dachau, no sul da Alemanha, antes de ser libertado por soldados dos EUA. Após o final da guerra brasileiro sobreviveu, Andor Stern viveu na Hungria durante mais alguns anos e depois mudou-se de forma permanente para o Brasil.

Sua família divulgou uma nota nas redes sociais informando sobre o falecimento. “Andor dedicou grande parte de seu tempo às suas palestras sobre o Holocausto, ensinando os horrores do período para que não se neguem nem se repitam, e motivando as pessoas a valorizarem e agradecerem a vida e a liberdade”, diz o comunicado.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Andor Stern (@andorstern)

LEIA MAIS:

1. Dez fatos sobre o campo de concentração de Auschwitz. Por Heike Mund

2. Para juiz, negar o holocausto é como duvidar se o homem foi à Lua

3. Whoopi Goldberg pede desculpas após dizer que Holocausto “não é sobre raça”

VÍDEO: O horror de Auschwitz segundo Andor Stern

Em 2020, ele concedeu uma entrevista à BBC News Brasil. Andor Stern falou sobre os horrores do campo de concentração mais famoso da Alemanha Nazista, Auschwitz. Ele foi o único brasileiro a sobreviver ao Holocausto.

Andor recebeu a equipe da BBC logo após ser homenageado com um bar mitzvah “tardio” em uma sinagoga de São Paulo.

Confira o depoimento dele:

 

Clique aqui para se inscrever no curso do DCM em parceria com o Instituto Cultiva

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link