Olavo de Carvalho ataca jornalista do DCM por reportagem sobre o gabinete do ódio

Olavo de Carvalho ataca jornalista do DCM por reportagem sobre o gabinete do ódio. Foto: Reprodução/Facebook

O guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho, completa 74 anos nesta quinta-feira (29) e resolveu comemorar seu aniversário de um jeito peculiar: atacando repórter do Diário do Centro do Mundo, Pedro Zambarda.

Olavo escreveu o seguinte em seu perfil no Facebook, seguido por quase 600 mil pessoas:

“O tal Pedro Zambarda, office-boy (sic) da Heloisa de Carvalho, publicou um diagrama do ‘gabinete do ódio’, no qual me liga, como sócio conspirador, a pessoas e entidades das quais nem ouvi falar”.

O organograma que está com a CPMI das Fake News. Foto: Reprodução

O organograma que Olavo se refere em seu ataque foi publicado pela primeira vez no DCM em 3 de maio de 2020. Ou seja, em uma reportagem de quase um ano atrás. Na matéria, eu, Pedro Zambarda, consultei pelo menos quatro diferentes fontes que me encaminharam um documento destinado à CPMI das Fake News.

O arquivo foi atualizado de 115 páginas para 124.

Nessa documentação, apareciam ligações de dois filhos do presidente Jair Bolsonaro, Carlos e Eduardo, com militantes extremistas que formam o gabinete do ódio e sua articulação para ataques no Twitter. No organograma e nas informações que foram repassadas, surgem conexões de Olavo de Carvalho com o Jornal Brasil sem Medo (que ele criou), o empresário Otávio Fakhoury e o advogado Evandro Pontes.

Olavo aparece neste trecho da matéria, apenas citado:

Professor de Direito ligado ao guru Olavo de Carvalho e a investidor

Os documentos encaminhados ao deputado Alexandre Frota têm um personagem importante chamado Evandro Pontes.

Pontes é professor de Direito em São Paulo e autor da conta de Twitter @opropriopontes – nomenclatura similar a de Olavo de Carvalho na mesma rede (@oproprioolavo). É citado como uma das pessoas por trás da Rádio Shockwave, criada para “substituir” a Jovem Pan nas redes bolsonaristas.

Ele também é citado no documento 32 da CPMI das Fake News como sendo um dos influenciadores olavistas. Possui um programa chamado Metal Bridges dentro da Shockwave.

No mesmo documento já apresentado à CPMI, e citado nesse novo arquivo que o DCM recebeu, Pontes é apontado como conselheiro do movimento Avança Brasil, ao lado de Olavo de Carvalho e do investidor Otavio Fakhoury.

Tem colunas nos sites Crítica Nacional e no jornal Brasil Sem Medo. Há registros de encontros de Evandro Pontes com a deputada Bia Kicis e os publicitários Luiz Galeazzo e Enio Mainardi.

São ligações que nunca foram sequer desmentidas. Nem mesmo agora, porque o organograma não conecta Olavo com todas as figuras dessa organização.

Heloisa de Carvalho, filha do guru, rompida com ele e fonte de outras reportagens no DCM, consegue explicar parte do incômodo de Olavo por aparecer nessas reportagens. Ela escreveu no Twitter:

“Quanto medo você tem de ir parar na CPMI das Fakes News, né Olavo?”

Recomendamos que você leia o restante das reportagens sobre o gabinete do ódio e as milícias bolsonaristas abaixo.

Exclusivo: Fotos de Eduardo Bolsonaro com “gabinete do ódio” serão levadas à CPMI das Fake News

Exclusivo: Dossiê revela conta no Twitter usada pelo cérebro do gabinete do ódio

Briga de youtubers bolsonaristas expõe possível identidade do cérebro do gabinete do ódio

Advogado bolsonarista condenado em ação de Felipe Neto queria R$ 50 mil do DCM para “entregar” Allan dos Santos

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!