VÍDEO – Se Queiroga se baseou na Ana Paula do Vôlei para suspender vacina, é crime, diz Padilha

O deputado federal Alexandre Padilha afirmou que Marcelo Queiroga pode ter cometido um crime ao suspender a vacinação de adolescentes contra a Covid-19.

O parlamentar explicou o seguinte:

Se o ministro da Saúde se baseou na bolsonarista Ana Paula do Vôlei para suspender vacina, ele pode ter cometido crime de improbidade administrativa.

Veja abaixo:

Falta vacina

O deputado apontou que a suspensão foi realizada porque o governo se negou a comprar a totalidade de vacinas ofertadas pela Pfizer, está se negando a comprar as vacinas do Butantan e mandou reduzir a quantidade de doses produzidas pela Fiocruz.

“O ideal é você dar uma dose de reforço com uma vacina diferente da dada na primeira e na segunda dose, que você tem uma resposta melhor. Qual a vacina que sobra para fazer isso? A Pfizer, que era a única autorizada para adolescente”, disse.

“O ministério da Saúde mandou cancelar a vacina para adolescente porque não tem vacina para dar o reforço para idosos e profissionais de saúde”, afirmou Padilha.

Leia mais:

1 – Cristina Serra compara jantar de Temer com o “Poderoso Chefão” e pergunta: “estão rindo do que?”

2 – Uso de vacina cubana contra covid é aprovado no Vietnã; conheça o imunizante

3 – Negacionista da vacina que desprezava a covid pega a doença e pede que “rezem por ela”