Pastor bolsonarista que quebrou o nariz de manifestante em São Carlos filiou-se ao Podemos

Manifestante teve o nariz quebrado por pastor em São Carlos (SP)

O pastor que fez parte do grupo que agrediu manifestantes que protestavam contra Damares Alves em São Carlos (SP) no sábado (18) assinou ficha de filiação do Podemos.

Tiago Botton, bispo da Igreja Apostólica Plenitude de Deus, deu um soco na cara de um jovem e quebrou-lhe o nariz.

Segundo o laudo médico, a vítima “apresenta endemia em região frontal e ferimento corto-contuso na base do nariz compatíveis com agressão física contra óculos”.

Abaixo, o vídeo do momento do ataque. A pancada do cidadão de bem está logo no início (ele é o de camiseta azul):

NEOFASCISMO | Um grupo de bolsonaristas atacou violentamente jovens de São Carlos (SP), que se dirigiam para um protesto em frente à Prefeitura da cidade, contra as ideias da ministra Damares Silva. Como uma milícia, formada apenas por homens, o bando atacou com chutes e socos e atirou jogou ovos contra os manifestantes. Toda a solidariedade aos jovens de São Carlos, em especial às mulheres, que enfrentaram o grupo fascista e exigiram o direito de manifestação. É mais um exemplo da escalada autoritária em curso no país, que busca impedir e destruir a resistência e as formas de organização da classe trabalhadora. Confira um dos vídeos da agressão, feito pelo ACidade ON São Carlos

Posted by Esquerda Online on Monday, January 20, 2020

Botton é bolsonarista, antipetista e tem fotos com a deputada Carla Zambelli.

Zambelli surgiu num áudio confessando para o Secretário de Saúde de São Carlos que só conseguiu a liberação de recursos para suas emendas porque votou a favor da reforma da Previdência.

Ele era um dos mais exaltados, juntamente com o vereador Leandro Guerreiro (Patriotas), que levou ovos para atacar nas pessoas que se manifestava.

Corpulento, Tiago foi para cima de uma garota gritando “essa é a minha liberdade de expressão!”.

Em seguida, avançou sobre um dos “inimigos”.

“Tá me olhando com cara feia por quê?”, questionava, ameaçador.

Truculência da Direita contra manifestantes durante visita da Ministra Damaris

Posted by Jeferson Vieira on Saturday, January 18, 2020

O Podemos soltou uma nota afirmando que “não teve qualquer participação nas ocorrências registradas durante a visita da ministra Damares Alves à cidade, no último dia 18 de janeiro”.

Segue:

De um modo rasteiro e mal intencionado, ligaram o nome do partido ao incidente. Porém, qualquer tentativa de vincular o Podemos ou seus integrantes aos fatos ocorridos é mera ilação e desrespeito à verdade.

O Podemos repudia toda e qualquer forma de violência e esclarece que um dos envolvidos na ocorrência havia, recentemente, apenas assinado uma ficha de filiação do partido manifestando o interesse em se filiar.

Porém, que a filiação não havia sido efetivada e que mediante os fatos não foi aceita, conforme Artigo 10º. Parágrafo 1º. do estatuto do partido:

“Poderá ser negada a filiação caso a conduta pessoal do pretendente seja considerada incompatível com os ideais e princípios do PODEMOS ou inadequada aos dirigentes e lideranças do PODEMOS…”

O partido Podemos (PODE) tem o compromisso de praticar uma política sem violência, limpa e justa, visando o que necessita a cidade e o que pensa os cidadãos, na busca do bem estar coletivo. Por fim, repudia o ocorrido, pois contraria o que acredita.

O pastor Tiago Botton com a deputada Carla Zambelli

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!