VÍDEO – Protesto contra a guerra na Ucrânia concentra 500 mil em Berlim

Reação

Atualizado em 27 de fevereiro de 2022 às 15:53
Protesto contra a guerra na Ucrânia concentra 500 mil em Berlim
Protesto contra a guerra na Ucrânia concentra 500 mil em Berlim. Foto: Reprodução/Twitter

Um protesto contra guerra entre Ucrânia e Rússia reúne 500 mil em Berlim. Meio milhão de pessoas aparecem cantando Imagine, de John Lennon.

Segundo a Rádio Farol FM, a capital da Alemanha amanheceu lotada de cidadãos alemães, que se juntaram para pedir o fim da invasão da Ucrânia pela Rússia. O site Metrópoles divulgou que foram mais de meio milhão de pessoas no ato.

Na capital Berlim, o movimento foi organizado pelo Partido Verde. Além do município alemão, cidades como Londres, Frankfurt, Atenas, Helsinque, Genebra e Sydney também registraram manifestações. Veja o vídeo.

LEIA MAIS:

1 – República Tcheca também se recusa a jogar contra a Rússia
2 – Trump condena ataque da Rússia após dizer que Putin foi “genial”
3 – Rússia bloqueia Twitter e ameaça Facebook: “Censura”

Putin coloca equipes de armas nucleares em posição de alerta máximo

Presidente Vladimir Putin mandou neste domingo que suas forças nucleares se coloquem em alerta máximo, depois daquilo a que chama “declarações agressivas” dos países da Otan.

Segundo a agência de notícias russa TASS, o chefe de Estado russo deu a ordem durante uma reunião com o ministro da Defesa, Serguei Shogu, e o chefe do Estado Maior General das Forças Armadas russas, o general Valery Gerasimov.

“Altos membros dos países que lideram a Otan também permitiram declarações agressivas contra o nosso país, por isso ordenei ao ministro da Defesa e ao chefe do Estado Maior General para transferir o nível de dissuasão das forças do exército russo para o nível especial de combate”, disse Putin, numa declaração transcrita pela TASS.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link