Após ser usado por Bolsonaro, PSL encolhe e vira “nanico”

psl
PSL vem perdendo filiados

Jair Bolsonaro foi eleito presidente pelo PSL e o partido cresceu em número de filiados e também no Congresso. Porém, em 2021, a sigla viu uma debandada de apoiadores e se transformou em “nanico”.

Segundo dados do TSE, a sigla Luciano Bivar tinha 464,4 mil filiados no começo deste ano. Porém, 398,7 mil pessoas resolveram sair do partido, sobrando apenas 74,7 mil. Isso representa uma perda de 83%. É a instituição que mais sofreu desfalque.

O NOVO, que tem apoiado Bolsonaro, também encolheu. O partido perdeu 11% dos filiados, o que representa 4,5 mil pessoas. Atualmente, a legenda tem 36,6 mil apoiadores.

O PTB está flertando com o presidente e viu o número de filiados cair em 2%. A sigla tem 1 milhão de filiados, mas perdeu 25 mil neste ano.

Leia mais:

1 – Justiça determina prisão preventiva de filha de ex-deputado acusada de lavar dinheiro do tráfico

2 – VÍDEO – Motorista de app é espancado depois de demora e discussão com passageira

3 – Advogada de Barusco deixou o Brasil pouco após delação manipulada por Dallagnol

PSL tenta se reencontrar

O texto colocou “nanico” entre aspas, porque o PSL continua com um número expressivo de filiados. Mas é fato que perdeu muita força em 2021 e a sigla tenta se reencontrar. Não por acaso, está se fundindo com o DEM.

O foco é unir as duas bancadas e ter uma enorme quantia do fundo partidário e eleitoral no ano que vem. Também há um trabalho intenso para tentar emplacar um nome de terceira via. Hoje, Datena é pré-candidato pela legenda.