Racista que ameaçou bater em mulher que chamou de “macaca” é PM da reserva

Racista ataca mulher negra e ameaça agredi-la
Racista ataca mulher negra e ameaça agredi-la. Foto: Reprodução

Viralizou nas redes sociais o vídeo de um homem racista atacando uma mulher negra e o filho dela. “Seu filho é um maldito de um negro desgraçado”, diz ele.

LEIA MAIS:

1 – Live das 5 – Governo Bolsonaro é proibido pela Justiça de atacar Paulo Freire

2 – Lula: “Não há espaço para terceira via”

PM racista

Questionado sobre o motivo do ódio contra pessoas pretas, ele afirma: “Porque eu tenho ódio, porque eu sou racista, porque eu não suporto negros”. “Eu tenho amigo negro, mas amigo decente, não essa negrada do caralho que é marrento que nem tu”, prossegue.

A mulher que grava o vídeo também é ofendida pelo homem. Ele ameaça agredi-la com um chinelo e afirma:

“Quer ver? Fala de novo, sua macaca do caralho. Demônio desgraçado”.

O homem ainda não foi identificado, mas internautas decidiram torná-lo famoso para que chegue às autoridades competentes.

O perfil Brasil Fede Covid, no Instagram, denuncia quem é o homem:

“PM da reserva do município de São Ludgero, em Santa Catarina, em mais um caso absurdo de racismo. Imaginem o perigo de um homem desses nas ruas.

A PM de Santa Catarina confirmou que o homem é sargento da corporação e afirmou que ele está na reserva desde março de 2016. A Polícia Militar catarinense ainda disse que ‘repudia toda e qualquer tipo de violência contra a mulher ou vulnerável, bem como qualquer tipo de racismo’.

O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil de Santa Catarina”.