“Rei das fake news” nos EUA, que elogiou Bolsonaro, perde na Justiça e sofrerá devassa financeira e societária

Alex Jones, rei das fake news, curte Bolsonaro

O site Infowars, especializado em fake news a favor de Donald Trump, perdeu na Justiça e vai sofrer uma devassa financeira e societária nos EUA.

Alex Jones, o dono, mentiu ao longo de anos que as famílias das vítimas do massacre na escola Sandy Hook em Newtown, Connecticut, eram atores contratados por lobbies antiarmas e que as crianças não haviam morrido (foram vinte assassinadas).

Jones é um teórico da conspiração histriônico, um palhaço perigoso da extrema direita.

Foi banido do Facebook, Apple e Spotify por “discurso de ódio”.

Sua técnica foi imitada aqui pelas hordas bolsonaristas.

Olavo de Carvalho, guru de Bolsonaro que está aparelhando o governo com seus seguidores, chamou Jones de “a melhor fonte de informações sobre política americana”.

Jones elogiou Jair Bolsonaro em seu programa no YouTube. Jair agradeceu a deferência.

Uma “reportagem” sobre Jair tinha o título “O Trump do Brasil: Por que os brasileiros querem que Bolsonaro seja seu próximo presidente”. 

Bolsonaro e as matérias de Alex Jones sobre ele

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!