Repercute no exterior notícia de que Scotland Yard investiga ameaça de morte a repórter do DCM

Repercute no exterior notícia de que Scotland Yard investiga ameaça de morte a repórter do DCM. Foto: Reprodução

Publicado originalmente no The Prisma, Multicultural Newspaper, do Reino Unido

A Polícia Civil de São Paulo abriu uma investigação para apurar uma ameaça de morte contra o jornalista Pedro Zambarda, colaborador do site Diário do Centro do Mundo.

No dia 2 de outubro, Zambarda denunciou, através de um Boletim de Ocorrência, uma mensagem que recebeu no seu celular depois de publicar um artigo sobre a ‘onda de ódio’ nas redes sociais e a violência de postagens de militantes de extrema direita.

Na mensagem enviada em 29 de setembro de 2020, uma pessoa criou um grupo WhatsApp chamado ‘Aviso’ e escreveu que a próxima reportagem de Zambarda seria quantos tiros o acertariam.

No BO 1088/2020, registrado na 18ª DP da cidade de São Paulo, o repórter do DCM afirma ter apurado com a ajuda de fontes que o telefone de onde veio a ameaça, identificado em seu celular como ‘Corona’, pertence ao ex-assessor parlamentar Leonardo Antonio Corona Ramos, citado em reportagem publicado em 27 de setembro de 2020.

Leia artigo original aqui.

Texto do Prisma está disponível em inglês e em espanhol.

VEJA TAMBÉM – Scotland Yard investiga militante de extrema direita que ameaçou repórter do DCM

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!