VÍDEO – Investigado no STF, Zé Trovão pede dinheiro para atos golpistas do 7 de setembro

O caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, mais conhecido como Zé Trovão, convocou para os atos pró-Bolsonaro de 7 de setembro.

Pior: ele pediu doações para os manifestantes que vão acampar em frente ao prédio do STF, em Brasília.

“Nós precisamos saber quantas pessoas teremos que alimentar diariamente, porque terão três refeições: um café da manhã, um almoço e uma janta”, afirmou.

Zé Trovão foi alvo de operação da PF

O caminhoneiro foi um dos alvos da operação da Polícia Federal que cumpriu mandados de busca e apreensão contra 10 pessoas que organizavam um protesto antidemocrático no 7 de Setembro,

Ele foi o responsável por iniciar a mobilização e fez ofensas contra o ministros do STF, Alexandre de Moraes.

Em vídeo, ele afirma que foi intimado a comparecer à sede da Polícia Federal em Joinville (SC).

“Ministro Alexandre de Moraes, o senhor não vai calar o povo brasileiro”, ameaçou.

Leia também

1 – VÍDEO: Alvo da PF, Otoni de Paula já chamou Moraes de “canalha” e “cabeça de piroca” 

2 – Ruralista que abrigou Sergio Reis e sertanejo Eduardo Araújo também são alvos da PF

3 – VÍDEO – Alvo da PF, caminhoneiro ameaça Moraes: “Não vai calar o povo brasileiro”

Sérgio Reis e Otoni de Paula

Sérgio Reis e o deputado bolsonarista Otoni de Paula também foram alvos de mandados de busca e apreensão da Polícia Federal.

A determinação foi expedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Agentes da PF foram em ao menos quatro endereços no Rio e em Brasília ligados ao cantor.

Também entraram na casa e no gabinete do parlamentar.

O ministro Alexandre de Moraes autorizou, no total, 29 mandados.