TV francesa diz não ter encontrado insultos racistas a Neymar após análise de câmeras e microfones do jogo

Neymar bate boca com Álvaro González no clássico PSG versus Olympique de Marselha

O canal Téléfoot, da França, afirmou na noite de segunda-feira que não foi capaz de confirmar as declarações de Neymar de que o zagueiro do Olympique de Marselha, Álvaro Gonzalez, lhe dirigiu insultos racistas.

Durante o clássico, Neymar acusou González de agredi-lo verbalmente, repetindo para os árbitros assistentes a frase “Racismo, não” em várias ocasiões.

Ele foi ao Twitter na noite de domingo para dizer que o espanhol o havia chamado de “macaco filho da puta”.

A emissora analisou os xingamentos de diversos ângulos e com microfones e não encontrou comentários racistas.

O jornalista Thibault Le Rol, do Téléfoot, falou o seguinte sobre o assunto:

“Há um insulto, com certeza há insultos, bem conhecidos no mundo do futebol, principalmente em relação à mãe de Neymar. No entanto, a afirmação de Neymar de linguagem racista. Não cabe a nós julgar essas imagens. Não podemos confirmar o que Neymar disse com as imagens que temos. Vimos as câmeras mais próximas das supostas ações. Dissecamos tudo, agora está nas mãos da liga”.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!