URGENTE – Justiça decreta prisão de Flordelis

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ), durante sessão da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara
Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

A Justiça decreta nesta sexta (13) a prisão da deputada cassada Flordelis.

LEIA MAIS:

1 – Live das 5 – Roberto Jefferson vai entregar na cadeia os nomes da milícia digital de Bolsonaro

2 – ÁUDIO: Pouco antes de ser preso, Roberto Jefferson chamou Moraes de “bundão” e Barroso de “pederasta”

ENTENDA A DECISÃO

Juíza Nearis dos Santos Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, acatou o pedido do Ministério Público e decretou a prisão preventiva da ex-deputada federal Flordelis.

Na imagem, deputada federal Flordelis
Fernando Frazão/Agência Brasil – 25.06.2019

Ela é acusada pela morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, morto a tiros em junho de 2019 e responderá por homicídio triplamente qualificado – motivo torpe, emprego de meio cruel e de recurso que impossibilitou a defesa da vítima-, tentativa de homicídio, uso de documento falso e associação criminosa armada.

Essa sentença de pronúncia é de maio deste ano. Outros dez réus também respondem pelo assassinato.

Com informações da Coluna de Ancelmo Gois no Globo.

Pedido de prisão do MP

MP do Rio solicitou a prisão nesta sexta-feira (13). A deputada cassada é acusada pelo MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, em Niterói (RJ).

Hoje, ela é ré por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, uso de documento falso e associação criminosa armada. A deputada cassada foi denunciada em agosto de 2020, mas não podia ser presa por possuir imunidade parlamentar.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!