VÍDEO: No centro de SP, manifestantes protestam contra o desmonte do programa estadual de moradia popular

À população não resta outra alternativa senão ir pra rua

Fez bem João Doria de retroceder na sua declaração de que não tem engajamento com Bolsonaro.

Tem, sim, político e, especialmente, administrativo.

Como Bolsonaro fez com o programa Minha Casa Minha Vida, que tem como objetivo oferecer habitação a preços subsidiados à população de baixa renda, em São Paulo o gestor paralisou, por meio de contingenciamento de recursos do Orçamento, os programas da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbana) e não sinaliza que vai colocar outra coisa no lugar.

Na capital, o prefeito Bruno Covas transformou a Cohab em moeda de troca e cabide de emprego.

À população não resta outra alternativa senão ir para a rua protestar.

Na manhã desta quarta, o movimento foi na Praça da Sé. Os manifestantes protestam também contra a prisão de três integrantes do movimento de moradia do centro da capital, entre eles Preta Ferreira, editora do Boletim Lula Livre.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!