VÍDEO: virologista Zanotto diz que apresentou documento ao ministério da Saúde sobre “tratamento precoce” em Manaus

Paulo Zanotto em reunião do “gabinete paralelo” do Ministério da Saúde

Paulo Zanotto, um dos cabeças do gabinete paralelo do ministério da Saúde, deu dezenas de entrevistas aos amigos bolsonaristas na mídia.

Numa delas, à RedeTV, em janeiro, relatou que estava “trabalhando um documento” para apresentar à pasta.

“A gente teve umas conversas para fazer um documento para dar um apoio à situação em Manaus”, diz ele.

Estavam “imaginando” usar “terapia precoce” com “moléculas com ação antiviral no começo”.

“O governo está avaliando isso”, afirma.

Zanotto é estrela do vídeo que confirma o tal gabinete alternativo, juntamente com Nise Yamaguchi.

Ele aparece criticando as vacinas e sugerindo um “shadow cabinet”. Nem médico ele é. Biólogo, foi repreendido pela USP por defender cegamente a cloroquina.

A fala de Zanotto à RedeTV evidencia o modus operandi da patota e sua ingerência sobre a Saúde.

Em seus depoimentos à CPI, Mandetta e Barra Torres contaram ter visto, em uma reunião no Palácio do Planalto no ano passado, uma minuta de decreto presidencial para mudar a bula da cloroquina.

A fala de Zanotto está no início do vídeo.