VÍDEO: Youtuber bolsonarista que foi espancada por ser gay chamou homofobia de “vitimismo”

Atualizado em 17 de dezembro de 2019 às 16:40

A youtuber Karol Eller foi agredida num ataque homofóbico neste domingo (17) na Barra da Tijuca. Em declarações anteriores, ela já deixava claro que não apoia o movimento LGBT e que considera homofobia como ‘vitimismo’. Veja:

 

Leia mais: Bolsonaristas espalham fake news de que youtuber lésbica foi atacada por “esquerdistas”