Bolsonaristas espalham VÍDEO em que médica cria fake news sobre vacina

Médica dando palestra negacionista
Foto: Reprodução

Bolsonaristas estão compartilhando em grupos no Telegram conteúdo falso sobre vacinas contra a Covid-19. Os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro divulgam um vídeo em que uma médica palestrante do instituto Veritas inventa dados para descredibilizar a imunização.

A entidade pertence ao médico negacionista Dr. Nassib. No vídeo, a mulher defende que casos de pessoas com demência e Alzheimer após a vacinação “vão explodir”. Ela afirma ainda que em uma única dose da Coronavac tem 225 microgramas de alumínio.

A médica é conhecida já era conhecida por espalhar fake news sobre imunizantes. Maria Emilia diz na palestra, entre oustras asneiras, que vacinas da Astrazeneca possuem restos de fetos abordados.

Confira abaixo:

Leia também:

1- Podemos quer lançar esposa de Moro como candidata em 2022

2- Bolsonaro e Guedes se estranham e batem boca: “Melhor eu sair do governo”

3- “Conteúdo esquerdista”: Professora é intimada pela polícia após denúncia de aluna

Quem é o médico negacionista responsável pelo Instituto Veritas

Em 2020, Dr. Nassib, filiado ao PSL, mesmo partido que Bolsonaro foi eleito, virou prefeito de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, com 55,66% dos votos contra 29,04% de Chico Santos (PSD) com 90% dos votos apurados, mas o suficiente para a sua eleição. Nassib é medico defensor da Cloroquina para “tratamento precoce”, e já foi vice-prefeito. Ele também é o vereador mais votado da história da cidade.

O prefeito, no entanto, é acusado de abuso de autoridade, concussão, condescendência criminosa, prevaricação, crime de responsabilidade de prefeito, infração de medida sanitário preventiva e utilização de cargo público para vacinar contra a Covid-19 aliados políticos que exercem funções públicas burocráticas e administrativas de forma antecipada e ilegal, mesmo descumprindo o caldendário vacinal.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.