Tucanos rompem e usam gabinete de ódio para atacar Alckmin

Alckmin atacado
O ex-governador Geraldo Alckmin passou a ser atacado por filiados do PSDB

A saída de Geraldo Alckmin do PSDB tem causado muita revolta nos filiados do partido. Não por acaso, o gabinete do ódio dos tucanos entrou em ação e críticas direcionadas ao ex-governador já começaram. Tornando-se nanico, a sigla de João Doria não se conforma com o fato do médico ter “vida” longe da agremiação.

Conforme apurou o DCM, grupos de WhatsApp da legenda estão movimentados por conta da saída de Alckmin do PSDB. A maior indignação é a possível parceria dele com o Partido dos Trabalhadores. “O fato é que nunca se deve acreditar na palavra de um petista!”, escreveu um usuário.

“Eles não são confiáveis!”, comentou outra pessoa. “Quem embarcar nesta vai ficar com a brocha na mão”, acrescentou outro tucano. “O Dr. Geraldo poderia ser o deputado federal mais votado do país, pelo PSDB”, opinou um ex-aliado do ex-governador de São Paulo.

Teve também apostas de que Geraldo teria muita força para ser o presidente da Câmara, caso fosse eleito deputado. “Ascenderia à presidência da Câmara em pouco tempo”, declarou um filiado do partido.

Leia mais:

1 – Dentre os atuais ministros indicados ao STF, Mendonça teve maior rejeição na CCJ

2 – Retrospectiva Spotify 2021: Entrevista de Mano Brown com Lula é o podcast mais ouvido do Brasil

3 – A perseguição continua: Terceira pessoa envolvida na extradição de Allan dos Santos é demitida

Alckmin e PT são atacados

Além do ex-governador de SP, o Partido dos Trabalhadores também tem sido atacado. “O PT pode levar até o Messi, que no final vai perder pro João Doria”, falou uma aliada do empresário. Vale destacar que Doria não consegue passar dos 5% das pesquisas eleitorais.

“Como dizem, política não se faz com o fígado, mas sim com diálogo e desprendimento para construir a sinergia positiva”, pontuou outro ex-aliado do governador. “E onde foi parar aquela Santa humildade”, alfinetou.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.