Aras ganha ‘teste de fogo’ do STF com pedido de opinião sobre pedido de Jefferson

Aras
Augusto Aras já foi chamado de “poste-Geral da República”. Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE

O ministro Alexandre de Moraes, do STF, pediu que a PGR dê sua opinião sobre o pedido de prisão domiciliar feito por Roberto Jefferson. Augusto Aras terá um “teste de fogo” para se “alinhar” com o Supremo Tribunal Federal.

O bolsonarista e presidente nacional do PTB pediu para que a prisão preventiva se torne domiciliar. Moraes solicitou nesta quinta (19) que Aras se manifeste sobre o assunto, conforme revelou O Globo.

Segundo apurou o DCM, o PGR ganhou um “teste de fogo”. O ministro não ficou satisfeito com o comportamento de Aras no episódio da prisão de Jefferson. Isto porque o juiz solicitou em 5 de agosto uma manifestação do Procurador em 24 horas sobre o caso.

Só que Aras não cumpriu o prazo e respondeu apenas na quinta à noite, logo depois que Moraes tinha proferido o despacho pela prisão. O caso virou um embate público e fragilizou Augusto.

Para piorar, o órgão se posicionou contra a prisão preventiva de Jefferson. No entendimento de Aras, a “prisão representaria uma censura prévia à liberdade de expressão, o que é vedado pela Constituição Federal”

O PGR tem se mostrado muito alinhado aos desejos de Bolsonaro. Como o STF e o presidente vivem um momento de turbulência, o comportamento do procurador foi mal visto pela Corte. Agora Moraes deu uma nova “oportunidade” a ele.

Leia também

1- VÍDEO – Jovem que tem Síndrome de Down diz que ministro da Educação é quem “atrapalha o Brasil”

2- Romário manda ministro da Educação “tomar vergonha na cara” e o chama de “imbecil”

3 – VÍDEO: Filho de faxineira aprovado em 9 universidades dos EUA agradece ex-presidente

Aras ganha oposição

Aras tem sido visto como uma espécie de escudo de Bolsonaro. Tanto que seu nome ganhou uma grande oposição. Há dois anos, ele se tornou PGR com facilidade. Só que agora o cenário é completamente diferente. E ele quer ser reconduzido.

Ele também perdeu a simpatia de alguns ministros do STF. Precisando mostrar que é independente, Aras passará por vários testes. O primeiro será a manifestação sobre a prisão domiciliar de Roberto Jefferson. Se a resposta for em favor do bolsonarista, talvez o clima fique mais pesado para ele.