Ex-assessor de Flávio Bolsonaro diz que ex-mulher de Jair comprou mansão em nome de laranjas

Ex de Bolsonaro e filho caçula, Jair Renan, se mudam para mansão em Brasília. Foto: Instagram/Reprodução

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro revela crimes da família do presidente. Marcelo Luiz Nogueira trabalhou durante 14 anos para eles. A informação é do Metrópoles.

Leia também

1; Ex-funcionário dos Bolsonaros diz que era mantido em condições análogas à de escravidão

2; Ex-empregado dos Bolsonaros confessa que devolveu 80% do que recebeu no gabinete de Flávio

Laranja

Marcelo acusa Ana Cristina. ex-mulher de Bolsonaro, de ter formado todo seu patrimônio, estimado em 2020 em R$ 5 milhões, usando uma série de laranjas.

Segundo ele, a Mansão em que ela mora atualmente em Brasília, não foi alugada, como ela conta, mas comprada por meio de dois laranjas.

Sendo assim, um documento informal não foi registrado em cartório, para que eles repassem o imóvel para seu nome após o encerramento do financiamento.

O objetivo seria não chamar a atenção da imprensa para a compra de mais um imóvel de luxo.

Marcelo conta que, inicialmente, a casa estava sendo negociada por um valor entre R$ 2,9 milhões e R$ 3,2 milhões.

O ex-funcionário afirma não saber o valor final da transação, mas enfatiza que tanto ele como Jair Renan ouviram a advogada falando sobre a negociação.

A advogada teria usado, além do financiamento em nome dos falsos proprietários, os recursos da venda de um imóvel e de reservas que ela guarda desde a época em que comandava o desvio de dinheiro dos gabinetes de Flávio e Carlos.